• Governo quer levar Internet rápida para escolas públicas

    Chamada de Brasil Inteligente, nova fase do PNBL deve entrar em operação ainda em abril e pretende atender 128 mil escolas em áreas urbanas e rurais do país

    A próxima fase do Programa Nacional de Banda Larga, que deve ser lançada ainda em abril, pretende levar Internet rápida para cerca de 128 mil escolas públicas brasileiras. As informações são da Agência Brasil.

    Chamada de Brasil Inteligente, a nova versão da iniciativa vai atender instituições em áreas urbanas e rurais do país, dando prioridade para as 28 mil escolas em pior situação, que serão atendidas até 2018, afirma o Governo Federal.

    Segundo o ministro das Comunicações, André Figueiredo, atualmente boa parte das escolas públicas possuem acesso à Internet, mas em velocidade muito baixa.

    Ainda de acordo com Figueiredo, o programa tem uma meta ousada para a velocidade média de Internet nas escolas atendidas: 78 Mbps.

    Fibra e satélite

    Além de levar Internet de alta velocidade para escolas, o programa Brasil Inteligente também prevê outras melhorias, incluindo “incentivos para a implantação de redes de fibra ótica, o lançamento de um satélite para dar cobertura de internet a todo o país, inclusive áreas remotas, e a criação de um fundo garantidor para promover a prestação de serviços por provedores regionais”, conforme aponta a Agência Brasil.