• Brasil ganha sua primeira impressora 3D de alta precisão

    Criada pela gaúcha Cliever, a SL 1 é 100% nacional e promete revolucionar a prototipagem de alta precisão dimensional no processo de manufatura, com alta qualidade e baixo custo

    Desde 2012, universidades, centros de pesquisa e algumas empresas de manufatura na área automobilística e aeronáuticas, entre outras, passaram a ter a opção de uso de impressoras 3D nacionais, de baixo custo, criadas e produzidas pela Cliever, para impressão dos módulos de seus projetos. Hoje, a empresa dá um passo além na sua estratégia de atender o mercado local, lançando a Cliever SL 1, com tecnologia de estereolitografia, voltada para o mercado de prototipagem de alta precisão dimensional.

    Pense na indústria de jóias, ou em órteses e próteses médicas e odontológicas. A nova impressora da Cliever é para elas. “É uma impressora que permite reproduzir, com muita facilidade, o projeto de peças complexas, de pequeno porte”, explica Rodrigo Krug, CEO da empresa, que chega a citar peças com dimensões 3 vezes menores que a espessura de um fio de cabelo.

    Totalmente nacional (100% dos insumos são fabricados no Brasil), a Cliever SL 1 também trabalha com uma resina acrílica produzida no Brasil, com propriedades mecânicas e térmicas peculiares, segundo Krug, o que amplia o leque de aplicação.

    A impressão por SL tem como base a foto-polimerizacão dessa resina acrílica. O equipamento possui três componentes principais: um tanque, no qual a resina é armazenada na forma liquida; uma plataforma móvel, na qual a impressão 3D é feita; e um laser, cujos movimentos são controlados por um sistema microprocessado.

    Ao entrar em contato com a resina, o laser polimeriza a matéria-prima, ou seja, altera seu estado líquido para sólido e assim, sucessivamente, camada após camada, o equipamento dá forma à impressão 3D.

    “São muitos os mercados que, a partir de agora, poderão desfrutar dessa tecnologia de ponta e, com ela, de maior liberdade de criação, com menor custo. Em vez de mais de 50 mil reais, pouco mais de 32 mil reais”, afirma Krug, ciente de que terá que passar necessariamente por uma etapa de evangelização e educação do mercado.  Tanto que, em abril, nos dias 4 e 5, a Cliever SL1 será o destaque da empresa no evento Inside 3D Priting, que acontece em São Paulo.

    *CIO Brasil é marca registrada da IDG (International Data Group), licenciada exclusiva no Brasil pela DigitalNetwork!Brasileiros, divisão de mídia digital da Brasileiros Editora​