• Personalizado Finep

    Empresa paranaense cria processo inovador para carrocerias leves

    A empresa MVC, do Paraná, criou um sistema de fabricação de carrocerias para diversos tipos de veículos, usando material 100% compósito, ou seja, formado pela união de materiais distintos com propriedades mais vantajosas em relação às carrocerias convencionais. Batizado de Projeto Sofia, o estudo inicial desenvolveu um modelo de micro-ônibus, com financiamento da Finep de R$ 11 milhões.

    O material utilizado pela MVC, desenvolvido em parceria com o centro de tecnologia Pole de Plasturgie de l’Est e a empresa Arkema, ambos da França, é uma combinação de resina termoplástica líquida, fibra de vidro, o polímero poliuretano termofixo e um material adesivo especial – encontrados com frequência na estrutura de aviões. Cada componente é responsável por uma propriedade e, quando combinados, chegam a um produto final mais leve, de alta resistência, com maior estabilidade e durabilidade.

    Segundo o diretor-geral da empresa paranaense, Gilmar Lima, a inovação brasileira consiste no emprego da resina termoplástica em um único sistema para a união desses materiais, num processo termofixo, mais simples e com custos menores. “Hoje, existe em alguns países uma tecnologia de compósitos para aplicações em ônibus, mas os materiais e processos são ultrapassados, com custos elevados de produção. O que fizemos foi chegar a uma resina com menor densidade, que produz veículos mais leves a preços mais competitivos”, explica Gilmar.

    Leia a matéria completa na revista Inovação em Pauta, publicada pela Finep.